Trabalhemos todos, pela Unificação do movimento espírita!!

O Espiritismo é uma questão de fundo; prender-se à forma seria puerilidade indigna da grandeza do assunto. Daí vem que os centros que se acharem penetrados do verdadeiro espírito do Espiritismo deverão estender as mãos uns aos outros, fraternalmente, e unir-se para combater os inimigos comuns: a incredulidade e o fanatismo.”

“Dez homens unidos por um pensamento comum são mais fortes do que cem que não se entendam.”
Allan Kardec (Obras Póstumas – Constituição do Espiritismo – Item VI).



terça-feira, 30 de abril de 2013

Dádivas Ocultas


Emmanuel
         Recorda a caridade oculta em que te equilibras, por amor da Providência Divina, e não desdenhes auxiliar sem repouso para que teus passos não se percam nos labirintos da ingratidão.
-*-
Desde o alicerce do templo da carne em que te refugias, ampara-te o Senhor de mil modos...
-*-
Não há preço amoedado para o colo maternal em que se plasma o corpo, não há retribuição humana com que possas solver as dívidas do berço e nem existe ouro terrestre capaz de redimir-te, perante a mão carinhosa que te orientou os passos primeiros...

Toda a experiência no mundo não é mais que um dilúvio de graças do Céu, benfazejas e anônimas, assegurando-te estabilidade e alegria sem pagamento e sem propaganda...
-*-
A terra em que te apoias...
-*-
O aconchego do lar...
-*-
Os tesouros da escola...
-*-
O ar que alimenta...
-*-
O pão que nutre a mesa...
-*-
A fonte que te alivia...
-*-
O trabalho que te auxilia...
-*-
O amigo que te abençoa...
-*-
Não digas, assim, que o infortúnio de teu irmão é incomodo aos teus dias, porque teus dias, em si mesmos, não são mais que o Socorro Divino, em forma de ensejo santo...
-*-
Aprende a auxiliar a todo momento para que não desmereças do auxílio em que te fazes devedor em todo instante da vida...
-*-
Lembra-te de que todos os valores reais da senda não possuem preço na Terra e dispõe-te a estender, sem alarde, os recursos que o teu serviço possa criar em favor dos outros.
-*-
Sobretudo, não cobres o imposto do reconhecimento a quem conduzas a migalha de teu consolo, entendendo que o Erário Divino nunca te reclamou gratidão pela assistência contínua com que te assegura a bênção da própria marcha.
-*-
Não olvides, assim, que o Universo é o eterno “doar-se de Nosso Pai” e, que cerceando a corrente divina do amor em seu fluxo infatigável, a pretexto de atender nossos inferiores caprichos, nada mais fazemos que impor ao organismo excelso da vida a cristalização de nossa própria sombra, fugindo à glória da luz e decretando para nós mesmos longos períodos de reajuste no vale tenebroso da purgação e da morte.

Livro: Abençoa Sempre
Chico Xavier/Espíritos Diversos
 

Francisco Rebouças

O Espiritismo Ensina


Suzane Câmara e Francisco Rebouças
Prezados amigos, não esqueçam do nosso encontro semanal de hoje 30/04/2013 e de todas as terças-feiras, das 17:00h às 18:30h, através do programa "O Espiritismo Ensina", que é transmitido pele web Rádio UMEN, www.umen.org.br/.
 
Participe você também enviando-nos sua mensagem, sua pergunta, sua crítica, sua sugestão etc., que teremos o maior prazer em ler seu e-mail ao vivo durante o programa.
 
Nosso e-mail é este: participeumen@hotmail.com estaremos aguardando a sua participação.
 
Um grande abraço,
 
Francisco Rebouças

segunda-feira, 29 de abril de 2013

A ALMA

§ II — A ALMA
 
4. Há no homem um princípio inteligente a que se chama ALMA ou ESPÍRITO, independente da matéria, e que lhe dá o senso moral e a faculdade de pensar.
 
Se o pensamento fosse propriedade da matéria teríamos a matéria bruta a pensar. Ora, como ninguém nunca viu a matéria inerte dotada de faculdades intelectuais; como, quando o corpo morre, não mais pensa, forçoso é se conclua que a alma independe da matéria e que os órgãos não passam de instrumentos com que o homem manifesta seu pensamento.
 
Fonte: Obras Póstumas – FEB
 
Francisco Rebouças

Conferência Espírita em Caldas da Rainha

ESPIRITISMO E OS ANIMAIS
 
animais
Na sexta-feira, dia 3 de Maio de 2013, às 21H00, irá decorrer uma conferência espírita subordinada ao tema ESPIRITISMO E OS ANIMAIS.
Os animais têm alma? Existe mediunidade nos animais? Deveríamos ser vegetarianos? Eutanásia em animais é legitimo? Serão abordadas estas e outras questões de acordo com a visão do espírita.
Esta palestra terá lugar na sede do Centro de Cultura Espírita, no Bairro das Morenas, em Caldas da Rainha, na Rua Francisco Ramos, nº 34, r/c.
As entradas são livres e gratuitas.
 
 
 
Francisco Rebouças

Não te enganes

 
NÃO TE ENGANES COM O ESMERO DE SUPERFÍCIE. QUE DIZER DO MOTORISTA QUE PRIMASSE POR EXIBIR UM CARRO ADMIRÁVEL NA APRESENTAÇÃO, SENTANDO-SE ALCOOLIZADO AO VOLANTE?
LIVRO DA ESPERANÇA
Chico Xavier/Emmanuel

Francisco Rebouças
 

SERVIR COM JESUS

BEZERRA
IMAGINEMOS LARGA REGIÃO DE TREVAS EM QUE SE ARROJARAM IRMÃOS NOSSOS IMPREVIDENTES E SOFREDORES.
NESSA ESTRANHA PAISAGEM REPONTAM ESPINHEIROS AGRESSIVOS E FURNAS INQUIETANTES, NOS QUAIS COMPANHEIROS NOSSOS JAZEM AGONIADOS, AESMORECEREM DE DESALENTO E DE FOME.
NADA ALÉM DA SOMBRA, QUE LHES IMPEDE A TRANQÜILIDADE E CERCEIA A VISÃO...
MENTALIZEMOS ALGUÉM QUE POSSUI HUMILDE LANTERNA, CAPAZ DE FAZER LUZ, A DESCER DO PRÓPRIO CONFORTO PARA AJUDAR...
AQUI LEVANTA OS CAÍDOS, ALÉM SOERGUE OS QUE CHAFURDAM EM DESESPERO...
AGORA, MITIGA A SEDE DOS QUE PERDERAM TODA A ESPERANÇA, DEPOIS IMPROVISA REMÉDIO E PÃO, ASSISTÊNCIA E ALEGRIA AOS QUE GEMEM, ANGUSTIADOS, SOB AS GARRAS DA PROVA...
SEMELHANTE PAISAGEM, MEUS FILHOS, É, SEM DÚVIDA, O RETRATO DOS PADECIMENTOS HUMANOS E ESSE ALGUÉM PROVIDENCIAL, COM BASTANTE AMOR PARA ESQUECER-SE E ALUMIAR OS QUE CHORAM ENSANDECIDOS PELA NÉVOA DA IGNORÂNCIA OU DA ENFERMIDADE, DA EXPIAÇÃO E DA DOR, SERÁ SEMPRE AQUELE CORAÇÃO QUE USE DINHEIRO E CONSOLO, POSSIBILIDADE E CULTURA NO AUXILIO AO PRÓXIMO TOMBADO EM NECESSIDADE.
LEMBREMO-NOS DISSO E CONSOANTE AS NOSSAS OBRIGAÇÕES, DIANTE DA CARIDADE COM O CRISTO, ACENDAMOS A NOSSA LANTERNA, QUALQUER QUE SEJA O TAMANHO E FAÇAMOS LUZ.
PÁGINA PSICOGRAFADA PELO MÉDIUM FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER.
LIVRO CALENDÁRIO ESPÍRITA - PSICOGRAFIA CHICO XAVIER - AUTORES DIVERSOS
Livro: Calendário Espírita
Chico Xavier/Espíritos Diversos
 
Francisco Rebouças

domingo, 28 de abril de 2013

Seminário Espírita em Londres

Meus amigos, não percam neste domingo a transmissão ao vivo do evento abaixo:
Evanise M Zwirtes

 
Hoje domingo, 28/04/2013 - 13:00 às 17:00 (Horário de Brasília).
 
Direto de The Spiritist Psychological Society em Londres.
 
Transmissão ao vivo em: http://www.spiritistps.org/br/ao-vivo/ , ou ainda  no Canal 1 da Rede Amigo Espírita.
http://www.redeamigoespirita.com.br/page/canalamigoespirita
 
Francisco Rebouças

...UM ELEMENTO IMPAR...


Francisco Perillo Junior                                                                                                       Eugenio Rodrigues Jardim

Farmacêutico, nascido e                                                                                                        Nascimento: 06.10.1856

Desencarnado em Goiás                                                                                                        Desencarne: 26.07.1926

                                                                                                                                                 Parentesco: Tio
 
 

Com muitos problemas familiares, fomos atraídos a procurar o Espiritismo, para ver se podíamos minorizar as nossas dificuldades.

Tempos depois dessa adesão, tivemos o desejo de procurar o Chico.

Assim, partimos para Uberaba.

Achamos tudo muito simples. Fomos convidados a tomar um cafezinho em pequena cozinha existente, e ligeiramente mantivemos nosso primeiro contato.

Não achei que fosse extraordinário. Foi um encontro ligeiro, sem qualquer surpresa que viesse nos prender a atenção.

Mas, de qualquer maneira, marcou-me sua presença.

Em uma segunda viagem, dentro das mesmas características da primeira, recebi um convite para participar da mesa.

Aceitei com muito bom grado.

Nesse dia sim. Notei uma forte atração que parecia nos unir muito.

Observei no seu carinho o seu amor às pessoas e tudo isto conquistou-me mais.

Tempos depois, voltei numa terceira viagem. Recebi amável convite para participar de seu almoço domingueiro.

Nessa época estava com residência firmada em Goiânia. E, passeando em Goiás, encontrei Consuelo Caiado, grande amiga de nossa família.

Consuelo, espírita também, perguntou-me se podia dar um jeito de interceder junto ao Chico, para que ela pudesse resolver um assunto de muita seriedade e interesse.

Explicou-me e achei realmente tratar-se de caso em que estaria sendo reconhecido o real valor de todo aquele que trabalha para a humanidade.

Consuelo é filha do ex-Senador Dr. Antonio Ramos Caiado.

Comprometi-me e, em vista disso, comecei a estreitar mais o meu contato com Chico.

Depois de muito tempo, consegui marcar uma data para sua visita a Goiás.

No dia previsto, por volta de uma hora da madrugada, recebi seu telefonema: acabava de chegar a Goiânia.

Às 8 horas partimos para Goiás; ainda antes do almoço fomos à casa de Consuelo Caiado. Não pode resolver o assunto, pois, dependia de certas formalidades.

Logo mais, pediu-me que fossemos ao cemitério. Lá procurou o tumulo de Joaquim Santana, pois no caminho me havia perguntado se conhecia essa pessoa.

Disse-lhe que não; ele era do tempo dos meus pais.

Tinha conhecimento de algumas de suas modinhas; também foi cantor.

À noite fomos ao Centro Espírita Amigos dos sofredores, quando veio a mensagem de minha bisavó Joaquina Porphira Rodrigues Jardim, esposa do meu bisavô, José Joaquim da Veiga Valle.

Esta mensagem causou grande espécie, por ter sido psicografa na ortografia antiga.

Outro ponto que causou espécie, o povo que se encontrava no local não sabia de quem se tratava, admirando-se, visto que a única pessoa que a conhecia era eu mesmo.

Depois terminou o trabalho, ficando marcada uma nova data entre Chico e Consuelo.

Em 8.6.1975 chegou a Goiânia, em seguida foi à minha residência, à Rua 24 nº 15 – Centro.

Sabendo desse dia, perguntei ao Chico se poderia convidar alguns amigos para recebê-lo, no que fui autorizado. Às 8 horas da noite encontravam-se em minha casa cerca de vinte senhores. Apresentei-os sem dizer quem eram, omitindo os seus cargos na vida publica e profissional.

Alguns deles estava acompanhados de suas respectivas esposas. À exceção de três pessoas, quase todos formados em direito, dentre eles Desembargadores, Procuradores de Estado, etc.

Chamava todos pelos nome s respectivos títulos. Realmente, não havia trocado qualquer palavra com Chico.

Conversou com todas essas pessoas, sofrendo verdadeira chuva de perguntas. Nesse meio havia espíritas, católicos e até um casal que se dizia descrente, ateu.

Assim que terminou a palestra, estávamos acima das 22 horas, quando perguntei da possibilidade de se fazer uma pequena reunião, obtendo imediatamente resposta afirmativa. Fizemos os preparativos, sentou-se à cabeceira da mesa e foi convidando um por um para tomar parte do trabalho.

Chamou logo Dra. Amália, esposa do desembargador Maximiano, sentando-a perto dele e junto do desembargador. Continuou chamando até completar os lugares.

O trabalho foi iniciado com prece feita pela Sra. Maria Antonieta, do Centro Espírita que freqüentávamos. Transcorria normalmente o trabalho. Chico psicografando e Dra. Amália Hermano passava as paginas psicografadas do bloco de papel.

Notei que o desembargador não desviava seu olhar um instante sequer daquela maquina espiritual. Terminada a psicografia deu-se a leitura.

A mensagem era do Coronel Eugenio Rodrigues Jardim, que foi Governador do Estado de Goiás, nascido em Goiás no dia 6.10.1856 e desencarnado em 27.7.1926, quando Senador da Republica, vitimado por um desastre no Rio de Janeiro.

O comunicante era sobrinho de D. Joaquina Porphira Rodrigues Jardim.

Quando nos preparávamos para as despedidas, aproximou-se o desembargador Maximiano e disse:

- “Zé, como é que eu fico agora?”

Tornou-se um grande adepto da Doutrina.

No dia seguinte, às 9 horas, fomos a Goiás. Antes, porém, na minha casa, falou-me que iríamos para uma outra missão.

Nessa data havia desencarnado o Dr. Lincoln Caiado de Castro, primo de

Consuelo. Fomos à casa da viúva, Sra. Comary Caiado de Castro. Lá Chico observou varias entidades desencarnadas há anos, que levavam seu preito naquele momento.

Acompanhamos o enterro e voltamos a Goiânia. Foi quando percebi qual era a outra missão.

Depois tivemos outro encontro em Uberaba, quando recebeu a mensagem de Francisco Perillo Júnior, velho farmacêutico e Senador Estadual, que aqui residia. Isto foi em 28.6.1975, em sua própria residência.

Depois dessa terceira mensagem, programei ir a Goiás com minha senhora, mas algo dizia que deveríamos ir a Uberaba e assim fizemos.

No hotel disse à Lucy: você vai receber uma mensagem de seu pai, trazia dentro de mim uma certeza muito grande. Mas Lucy respondeu negativamente, achando que não merecia essa dádiva.

Já descansados da viagem, fomos à reunião no Grupo Espírita da Prece, isto na manhã do sábado, 13.12.1975.

Chegou-nos, felizmente, a mensagem de meu sogro, trazendo pontos que só eu e Lucy conhecíamos.

Após todos esse contatos, passamos a levar uma vida completamente diferente.

Estamos hoje empenhados para levar avante a Instituição “LAR DA FRATERNIDADE”, aliás lembrança do Chico Xavier e, graças a Deus, já registramos o Estatuto, tendo a obra sido reconhecida pelo executivo desta cidade como Entidade de Utilidade Pública. Pretendemos muito em breve iniciar as atividades lá.

Dentro de tudo que acabamos de levar aos leitores amigos e pacientes, tivemos ainda vários encontros e manutenção de correspondência onde cada vez mais nos afinam os sentimentos.

Com tudo isso, podemos perceber que o Chico para nós representa, dentro da semeadura do trabalho cristão, um elemento ímpar a nos impulsionar na exemplificação do Evangelho de Jesus.

Tenho-o como um grande amigo e respeitoso no meu ambiente familiar,

presenteando-nos seu coração em matéria e espírito.

José Henrique da Veiga Jardim 

Livro: Amor e Luz
Chico Xavier/Espíritos Diversos

Francisco Rebouças

sexta-feira, 26 de abril de 2013

NÃO ASPIRES


Emmanuel

Não aspires retificar apressadamente os outros, quando os consideres errados, segundo os teus pontos de vista, porque também nós, quando em erro, nem sempre admitimos corrigendas imediatas.

Não imponhas o teu ideal de felicidade àqueles que estimas, de vez que a felicidade das criaturas varia sempre conforme o degrau evolutivo em que se encontrem.

Quanto puderes, como puderes e onde puderes, guardando a consciência tranquila, trabalha servindo sempre.

Assim agindo, ainda que não percebas, desde agora, estarás, imperturbavelmente, nos domínios da paz.

Por mais sofras, jamais desanimes.

O problema aparece carregando a lição.

Livro: Agenda de Luz
Chico Xavier/Autores Diversos

Francisco Rebouças

EM NOSSAS TAREFAS ESPIRITUAIS


Espírito Bezerra de Meneses

I

No caminho de suas realizações e tarefas, o bom trabalhador contará sempre com o auxílio do Mais Alto através de recursos espirituais.

Mas, da mesma forma, os Benfeitores Maiores contarão sempre com a segurança de sua fé, ante as trilhas que lhes cabe percorrer e superar.

Pois que as nossas atividades mediúnicas e o trabalho metódico no grupo espírita a que nos vinculamos obterão o maior rendimento no Bem sempre que confiarmos ao amparo de Jesus a nossa sementeira de paz e amor.

II

Confiemos em Jesus, fazendo, sempre, o melhor em nosso alcance e os mensageiros espirituais do Mais Alto prosseguirão colaborando na sustentação de nossas forças, para a desincumbência de nossos compromissos.

III

Filhos, sem dúvida, nosso coração poderá usar a palavra dos Amigos Espirituais, pela inspiração com o Evangelho, sempre que nos dispomos ao trabalho com Jesus.

A idéia Cristã é patrimônio que nos pertence a todos. Jesus conosco!

IV

Em nossas tarefas dignas e edificantes seremos sempre sustentados com o amparo de Jesus, através de abnegados amigos do Alto.

V

Dever bem cumprido é degrau de ascensão à vitória. Não nos faltará o socorro Divino no fiel desempenho de nossas obrigações.

Roguemos ao Senhor nos multiplique as energias.

VI

Permaneçamos firmes em nossas tarefas e confiemos em Jesus hoje e sempre.

Só assim a nossa saúde orgânica e espiritual receberá o melhor contingente de forças, através do campo vibratório do círculo espiritual a que nos integramos.

VII

Guardemos sempre a serenidade e a fé viva em nossos caminhos e confiemos no amparo de Jesus.

Livro: Apelos Cristãos
Chico Xavier/Bezerra de Menezes

 

Francisco Rebouças

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Ultrapassamos a marca das 102.000 visitas!


Estamos todos de parabéns!!!
Acabamos de registrar a marca de  102.000 visitas ao nosso Blog Espírita.
Lembramos sempre que o contador de visitas só foi instalado em 31/10/2009.
 
Nosso trabalho está voltado exclusivamente para o estudo e divulgação do espiritismo, com fundamentos na codificação, não se presta a outros assuntos que não sejam pertinentes à doutrina dos Espíritos.
 
Sem vocês amigos, não conseguiríamos conquistar o espaço que hoje desfrutamos no movimento espírita.

Somos agradecidos a Deus nosso Pai e criador, a Jesus nosso mestre e Guia os Amigos Espirituais, e a vocês queridos amigos, pelo êxito obtido até aqui.

Seguiremos fiéis ao compromisso assumido quando da criação deste Blog Espírita, de realizá-lo sempre alicerçado pela codificação do espiritismo, sem achismos ou modismos desnecessários e condenáveis sob todos os aspectos.

Continuaremos fazendo o que for possível para merecer sempre a confiança e a companhia de vocês amigos queridos, são sem dúvidas o nosso maior patrimônio e o combustível que nos motiva a trabalhar com alegria e com a certeza de quem não estamos sozinhos!!!

Que Jesus nosso Mestre e Guia nos mantenha unidos e operosos, sob sua divina inspiração, hoje e sempre!
 
Nosso obrigado de coração!!! 
 
Muita PAZ!
 
Francisco Rebouças

Pensamentos Universais


A Bíblia nos ensina a amar o próximo e também a amar nossos inimigos provavelmente porque eles em geral são as mesmas pessoas...

Mark Twain 

Livro: Pensamentos Universais
Autores diversos

 
Francisco Rebouças

ESTUDANDO A RIQUEZA


Não é somente o Rico da Parábola o grande devedor diante da vida.

A fortuna amoedada é, por vezes, simples cárcere.

Há outros avarentos que devemos recordar em nossa viagem para a Luz Maior.

Temos conosco, os sovinas da inteligência, que se ocultam nas floridas trincheiras da inércia; os abastados da saúde que desamparam os aflitos e os doentes; os privilegiados da alegria que cerram as portas aos tristes, isolando-se no oásis de prazer; os felizes da fé que procuram a solidão, a pretexto de se preservarem contra o pecado; os expoentes da mocidade que menosprezam a velhice; os favorecidos da família terrestre, que olvidam os andarilhos da penúria que vagueiam sem lar.

Todos esses ricos da experiência comum contraem pesados débitos para com a Humanidade.

Lembremo-nos de que o Tesouro Real da Vida está em nosso coração.

Quem não pode doar algo de si mesmo, na boa vontade, no sorriso fraterno ou na palavra sincera de bondade e encorajamento, debalde estenderá as mãos recheadas de ouro, porque só o amor abre as portas da plenitude espiritual e semeia na Terra a luz da verdadeira caridade, que extingue o mal e dissipa as trevas.

A pobreza é mera ficção.

Todos temos algo.

Todos podemos auxiliar.

Todos podemos servir.

E, consoante a palavra do Mestre, "o maior na vida será sempre aquele que se fizer o devotado servidor de todos."

Livro: Dinheiro
Chico Xavier/Emmanuel 

Francisco Rebouças

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Agradecimento

Suzane Câmara e Francisco Rebouças
Prezados amigos, quero agradecer a todos que ontem, dia 23/04/2013, nos brindaram com a audiência no nosso encontro semanal através do programa "O Espiritismo Ensina", e que nos enviam seus e-mails, elogiando o estudo das matérias que apresentamos na oportunidade.
 
A cada dia nossa audiência vem crescendo em número de pessoas que nos acompanham através da Internet, no site de nossa casa espírita. www.umen.org.br/
 
lembramos que o nosso próximo encontro será na terça-feira dia 30/04/2013 das 17:00 às 18:30h, contamos com o apoio e a participação de todos.
 
Nosso sincero muito obrigado.
 
Um grande abraço,
 
Francisco Rebouças

RENOVAÇÃO NECESSÁRIA


       “Não extingais o Espírito.” — Paulo. (1ª EPÍSTOLA AOS TESSALONICENSES, CAPÍTULO 5, VERSÍCULO 19.)

Quando o apóstolo dos gentios escreveu esta exortação, não desejava dizer que o Espírito pode ser destruído, mas procurava renovar a atitude men­tal de quantos vivem sufocando as tendências supe­riores.

Não raro, observamos criaturas que agem contra a própria consciência, a fim de não se categorizarem entre os espirituais. Entretanto, as entidades encar­nadas permanecem dentro de laborioso aprendizado, para se erguerem do mundo na qualidade de espí­ritos gloriosos. Esta é a maior finalidade da escola humana.

Os homens, contudo, demoram-se largamente a distância da grande verdade. Habitualmente, preferem o convencionalismo a rigor e, somente a custo, abrem o entendimento às realidades da alma. Os costumes, efetivamente, são elementos poderosos e determinan­tes na evolução, todavia, apenas quando inspirados por princípios de ordem superior.

É necessário, portanto, não asfixiarmos os ger­mens da vida edificante que nascem, todos os dias, no coração, ao influxo do Pai Misericordioso.

Irmãos nossos existem que regressam da Terra pela mesma porta da ignorância e da indiferença pela qual entraram. Eis por que, no balanço das ativida­des de cada dia, os discípulos deverão interrogar a si mesmos: — “Que fiz hoje? acentuei os traços da criatura inferior que fui até ontem ou desenvolvi as qualidades elevadas do espírito que desejo reter amanhã?”
 
Livro: Pão Nosso
Chico Xavier/Emmanuel
 
Francisco Rebouças

"O Consolador"


223 – Há tempo determinado na vida do homem terrestre para que se possa ele entregar, com mais probabilidades de êxito, ao trabalho de iluminação?
– A existência na Terra é um aprendizado excelente e constante. Não há idade para o serviço de iluminação espiritual. Os pais têm o dever de orientar a criança, desde os seus primeiros passos, no capítulo das noções evangélicas, e a velhice não tem o direito de alegar o cansaço orgânico em face desses estudos de sua necessidade própria.

É certo que as aquisições de um velho, em matéria de conhecimentos novos, não podem ser tão fáceis como as de um jovem, em função de sua instrumentabilidade sadia, fisicamente falando; os homens mais avançados em anos têm, contudo, a seu favor as experiências da vida, que facilitam a compreensão e nobilitam o esforço da iluminação de si mesmos, considerando que, se a velhice é a noite, a alma terá no amanhã do futuro a alvorada brilhante de uma vida nova.

224 – As almas desencarnadas continuam igualmente no serviço da iluminação de si próprias?
Nos planos invisíveis, o Espírito prossegue na mesma tarefa abençoada de aquisição dos próprios valores, e a reencarnação no mundo tem por objetivo principal a consecução desse esforço.

Livro: O Consolador
Chico Xavier/Emmanuel

Francisco Rebouças

GEFA - São Pedro da Aldeia/RJ

Você tem um encontro marcado com a
CÉLIA TÔMBOLY
nesta quarta, às 18:00 hs no Grupo Espírita Francisco de Assis, com o tema:
EVANGELHO MUSICAL

A nossa irmã des
envolve um trabalho beneficente artístico musical por todo o país.

Venha e traga amigos, para que possamos juntos cada vez mais divulgar a nossa Doutrina.

Abraços fraternos!!!!
Diretoria de Divulgação
 
GRUPO ESPÍRITA FRANCISCO DE ASSIS

terça-feira, 23 de abril de 2013

O Espiritismo Ensina


Queridos amigos, não percam o nosso encontro semanal através do programa “O Espiritismo Ensina” que vai ao ar todas as terças-feiras das 17:00 às 18:30h., pela WEB Rádio UMEN no endereço: http://www.umen.org.br
Suzane Câmara e Francisco Rebouças
O ESPIRITISMO ENSINA, é produzido, coordenado e apresentado por Francisco Rebouças e Suzane Câmara.

Você pode participar do programa enviando sua mensagem pelo e-mail:
Teremos o maior prazer em ler sua mensagem ao vivo. Participem, divulguem!!!
 
 
Francisco Rebouças

Brasil coração do mundo...

https://youtu.be/_a9tpJnGcbw

Homenagem a Chico Xavier

Haroldo Dias Dutra - As cartas de Paulo

Haroldo Dutra - Jesus o Médico da Almas

https://youtu.be/Uk7OUvyGCZU



Divaldo Franco

https://youtu.be/OVbstbRFs9M

Entrevista sobre Emmanuel, Joanna de Ângelis...

Reencarnação é uma realidade

Palestra O trabalho no Bem - Cristiane Parmiter

Palestra: As Leis Divinas e nós - Cristiane Parmiter

Palestra: Benevolência - Cristiane Parmiter

Palestra: Jesus e o Mundo - Cristiane Parmiter

Palestra: A Dinâmica do Perdão - Cristiane Parmiter

Palestra: Perante Jesus - Cristiane Parmiter

Palestra AVAREZA - Cristiane Parmiter

Palestra Obediência Construtiva - Cristiane Parmiter

Palestra Tribulações - Cristiane Parmiter

Palestra Conquistando a Fé - Cristiane Parmiter

Palestra Humildade e Jesus - Cristiane Parmiiter

Palestra Renúncia - Cristiane Parmiter

Rádios Brasil

Simplesmente Espetacular!!!

Professora Amanda Gurgel

Andrea Bocelli & Sarah Brightman - Time To Say Goodbye

De Kardec aos dias de hoje

Madre Teresa

As Mães de Chico Xavier

Reencarnação - Menino Piloto

http://www.youtube.com/embed/cQ2ZqUCKDow" frameborder="0" allowfullscreen>

Muitas Vidas

Espiritismo: família de Andrea Maltarolli mantém contato com a autora - Mais Você - GLOBO

Divaldo Franco

ESPIRITISMO - CHICO XAVIER - REPORTAGEM DO FANTASTICO - OS SEGREDOS DE CHICO

Entrevista com Divaldo Franco

Sobre Emmanuel, Joanna de Ângelis, e muito mais, confira. 1ª Parte 2ª Parte

Oração de Gratidão - Divaldo Franco

Chico Xavier

Chico Xavier no Fantástico

Chico Xavier (2010) trailer oficial

Página de Mensagens

Nesta página estarei lançando variadas páginas de conteúdo edificante para nosso aprendizado.

Francisco Rebouças.

1-ANTE A LIÇÃO

"Considera o que te digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo".- Paulo. II TIMÓTEO. 2:7.

Ante a exposição da verdade, não te esquives à meditação sobre as luzes que recebes.

Quem fita o céu, de relance, sem contemplá-lo, não enxerga as
estrelas; e quem ouve uma sinfonia, sem abrir-lhe a acústica da alma, não lhe percebe as notas divinas.

Debalde escutarás a palavra inspirada de pregadores ardentes, se não descerrares o coração para que o teu sentimento mergulhe na claridade bendita daquela.

Inúmeros seguidores do Evangelho se queixam da incapacidade de retenção dos ensinos da Boa Nova, afirmando-se ineptos à frente das novas revelações, e isto porque não dispensam maior trato à lição ouvida, demorando-se longo tempo na província da distração e da leviandade.

Quando a câmara permanece sombria, somos nós quem desata o ferrolho à janela para que o sol nos visite.

Dediquemos algum esforço à graça da lição e a lição nos responderá com as suas graças.

O apóstolo dos gentios é claro na observação. "Considera o que te digo, porque, então, o Senhor te dará entendimento em tudo."

Considerar significa examinar, atender, refletir e apreciar.

Estejamos, pois, convencidos de que, prestando atenção aos
apontamentos do Código da Vida Eterna, o Senhor, em retribuição à nossa boa-vontade, dar-nos-á entendimento em tudo.

Livro: Fonte Viva
Chico Xavier/Emmanuel

NO CAMPO FÍSICO

"Semeia-se corpo animal, ressuscitará corpo espiritual." - Paulo. (I CORÍNTIOS, 15:44.)

Ninguém menospreze a expressão animal da vida humana, a pretexto de preservar-se na santidade.

A imersão da mente nos fluidos terrestres é uma oportunidade de sublimação que o espírito operoso e desperto transforma em estruturação de valores eternos.

A sementeira comum é símbolo perfeito.

O gérmen lançado à cova escura sofre a ação dos detritos da terra, afronta a lama, o frio, a resistência do chão, mas em breve se converte em verdura e utilidade na folhagem, em perfume e cor nas flores e em alimento e riqueza nos frutos.

Compreendamos, pois, que a semente não estacionou. Rompeu todos os obstáculos e, sobretudo, obedeceu à influência da luz que a orientava para cima, na direção do Sol.

A cova do corpo é também preciosa para a lavoura espiritual, quando nos submetemos à lei que nos induz para o Alto.

Toda criatura provisoriamente algemada à matéria pode aproveitar o tempo na criação de espiritualidade divina.

O apóstolo, todavia, é muito claro quando emprega o termo "semeia-se". Quem nada planta, quem não trabalha na elevação da própria vida, coagula a atividade mental e rola no tempo à maneira do seixo que avança quase inalterável, a golpes inesperados da natureza.

Quem cultiva espinhos, naturalmente alcançará espinheiros.

Mas, o coração prevenido que semeia o bem e a luz, no solo de si mesmo, espere, feliz, a colheita da glória espiritual.

E N T R E I R M Ã O S
Olympia Belém (Espírito)[1]

Estes são tempos desafiadores para todos os que buscam um mundo melhor, onde reine o amor, onde pontifique a fraternidade, onde possam florir os mais formosos sentimentos nos corações.
Anelamos por dias em que a esperança, há tanto tempo acariciada, possa converter-se em colheita de progressos e de paz.
Sonhamos com esse alvorecer de uma nova era em que o Espiritismo, transformado em religião do povo, apresentando Jesus às multidões, descrucificado e vivo, possa modificar as almas, para que assumam seu pujante papel de filhas de Deus no seio do mundo.
Entrementes, não podemos supor que esses ansiados dias estejam tão próximos, quando verificamos que há, ainda, tanta confusão nos relacionamentos, tanta ignorância nos entendimentos, tanta indiferença e ansiedade nos indivíduos, como se vendavais, tufões, tormentas variadas teimassem em sacudir o íntimo das criaturas, fazendo-as infelizes.
A fim de que os ideais do Cristo Jesus alcancem a Terra, torna-se indispensável o esforço daqueles que, tendo ouvido o cântico doloroso do Calvário, disponham-se a converter suas vidas na madrugada luminosa do Tabor.
O mundo terreno, sob ameaças de guerras e sob os rufares da violência, em vários tons, tem urgência do Mestre de Nazaré, ainda que O ignore em sua marcha atordoada, eivada do materialismo que o fascina, que o domina e que o faz grandemente desfigurado, por faltar sentido positivo e digno no uso das coisas da própria matéria.
Na atualidade, porém, com as advertências da Doutrina dos Espíritos, com essa luculenta expressão da misericórdia de Deus para com Seus filhos terrenos, tudo se torna menos áspero, tudo se mostra mais coerente, oferecendo-nos a certeza de que, no planeta, tudo está de conformidade com a lei dos merecimentos, com as obras dos caminheiros, ora reencarnados, na estrada da suspirada libertação espiritual.
"A cada um segundo as suas obras" aparece como canto de justiça e esperança, na voz do Celeste Pastor.
Hoje, reunidos entre irmãos, unimo-nos aos Emissários destacados do movimento de disseminação da luz sobre as brumas terráqueas, e queremos conclamar os queridos companheiros, aqui congregados, a que não se permitam atormentar pelos trovões que se fazem ouvir sobre as cabeças humanas, ameaçadores, tampouco esfriar o bom ânimo, considerando que o Cristo vela sempre. Que não se deixem abater em razão de ainda não terem, porventura, alcançado as excelentes condições para o ministério espírita, certos de que o tempo é a magna oportunidade que nos concede o Senhor. Que ponham mãos à obra, confiantes e vibrantes, certos de que os verdadeiros amigos de Jesus caminham felizes, apesar das lutas e das lágrimas, típicas ocorrências das experiências, das expiações e das provas.
Marchemos devotados, oferecendo, na salva da nossa dedicação, o melhor que o Espiritismo nos ensina, o melhor do que nos apresenta para os que se perdem nas alamedas do medo, da desesperança e da ignorância a nossa volta.
Hoje, entre os amigos espíritas, encontramos maior ânimo para a superação dos nossos próprios limites, o que configurará, ao longo do tempo a superação dos limites do nosso honroso Movimento Espírita.
Sejamos pregadores ou médiuns, evangelizadores, escritores ou servidores da assistência social, não importa. Importa que nos engajemos, todos, nos labores do Codificador, plenificando-nos da grande honra de cooperar com os excelsos interesses do Insuperado Nazareno.
O tempo é hoje, queridos irmãos. O melhor é o agora, quando nos entrelaçamos para estudar, confraternizar e louvar a Jesus com os corações em clima festivo.
Certos de que o Espiritismo é roteiro de felicidade e bandeira de luz, que devemos içar bem alto sobre o dorso do planeta, abracemo-nos e cantemos, comovidos: Louvado seja Deus! Louvado seja Jesus!
Com extremado carinho e votos de crescente progres­so para todos, em suas lidas espiritistas, quero despedir-me sempre devotada e servidora pequenina.
Olympia Belém.

[1]
- Mensagem psicografada pelo médium J. Raul Teixeira no dia 03.09.95, no encerramento da X Confraternização Espírita do Estado do Rio de Janeiro.

O TEMPO

“Aquele que faz caso do dia, patrão Senhor o faz.” — Paulo. (ROMANOS, capítulo 14, versículo 6.)

A maioria dos homens não percebe ainda os valores infinitos do tempo.
Existem efetivamente os que abusam dessa concessão divina. Julgam que a riqueza dos benefícios lhes é devida por Deus.
Seria justo, entretanto, interrogá-los quanto ao motivo de semelhante presunção.
Constituindo a Criação Universal patrimônio comum, é razoável que todos gozem as possibilidades da vida; contudo, de modo geral, a criatura não medita na harmonia das circunstâncias que se ajustam na Terra, em favor de seu aperfeiçoamento espiritual.
É lógico que todo homem conte com o tempo, mas, se esse tempo estiver sem luz, sem equilíbrio, sem saúde, sem trabalho?
Não obstante a oportunidade da indagação, importa considerar que muito raros são aqueles que valorizam o dia, multiplicando-se em toda parte as fileiras dos que procuram aniquilá-lo de qualquer forma.
A velha expressão popular “matar o tempo” reflete a inconsciência vulgar, nesse sentido.
Nos mais obscuros recantos da Terra, há criaturas exterminando possibilidades sagradas. No entanto, um dia de paz, harmonia e iluminação, é muito importante para o concurso humano, na execução das leis divinas.
Os interesses imediatistas do mundo clamam que o “tempo é dinheiro”, para, em seguida, recomeçarem todas as obras incompletas na esteira das reencarnações... Os homens, por isso mesmo, fazem e desfazem, constroem e destroem, aprendem levianamente e recapitulam com dificuldade, na conquista da experiência.
Em quase todos os setores de evolução terrestre, vemos o abuso da oportunidade complicando os caminhos da vida; entretanto, desde muitos séculos, o apóstolo nos afirma que o tempo deve ser do Senhor.

Livro: Caminho Verdade e Vida.
Chico Xavier/Emmanuel.

NISTO CONHECEREMOS

"Nisto conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro." (I JOÃO, 4:6.)

Quando sabemos conservar a ligação com a Paz Divina, apesar de todas as perturbações humanas, perdoando quantas vezes forem necessárias ao companheiro que nos magoa; esquecendo o mal para construir o bem; amparando com sinceridade aos que nos aborrecem; cooperando espiritualmente, através da ação e da oração, a benefício dos que nos perseguem e caluniam; olvidando nossos desejos particulares para servirmos em favor de todos; guardando a fé no Supremo Poder como luz inapagável no coração; perseverando na bondade construtiva, embora mil golpes da maldade nos assediem; negando a nós mesmos para que a bênção divina resplandeça em torno de nossos passos; carregando nossas dificuldades como dádivas celestes; recebendo adversários por instrutores; bendizendo as lutas que nos aperfeiçoam a alma, à frente da Esfera Maior; convertendo a experiência terrena em celeiros de alegrias para a Eternidade; descortinando ensejos de servir em toda parte; compreendendo e auxiliando sempre, sem a preocupação de sermos entendidos e ajudados; amando os nossos semelhantes qual temos sido amados pelo Senhor, sem expectativa de recompensa; então, conheceremos o espírito da verdade em nós, iluminando-nos a estrada para a redenção divina.

DOUTRINAÇÕES

"Mas não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos, antes, por estarem os vossos nomes escritos nos céus." — Jesus. (LUCAS, capítulo 10, versículo 20.)

Freqüentemente encontramos novos discípulos do Evangelho exultando de contentamento, porque os Espíritos perturbados se lhes sujeitam.

Narram, com alegria, os resultados de sessões empolgantes, nas quais doutrinaram, com êxito, entidades muita vez ignorantes e perversas.

Perdem-se muitos no emaranhado desses deslumbramentos e tocam a multiplicar os chamados "trabalhos práticos", sequiosos por orientar, em con-tactos mais diretos, os amigos inconscientes ou infelizes dos planos imediatos à esfera carnal.

Recomendou Jesus o remédio adequado a situações semelhantes, em que os aprendizes, quase sempre interessados em ensinar os outros, esquecem, pouco a pouco, de aprender em proveito próprio.

Que os doutrinadores sinceros se rejubilem, não por submeterem criaturas desencarnadas, em desespero, convictos de que em tais circunstâncias o bem é ministrado, não propriamente por eles, em sua feição humana, mas por
emissários de Jesus, caridosos e solícitos, que os utilizam à maneira de canais para a Misericórdia Divina; que esse regozijo nasça da oportunidade de servir ao bem, de consciência sintonizada com o Mestre Divino, entre as certezas
doces da fé, solidamente guardada no coração.

A palavra do Mestre aos companheiros é muito expressiva e pode beneficiar amplamente os discípulos inquietos de hoje.

Livro: Caminho Verdade e Vida.

Chico Xavier/Emmanuel.

FILHOS DA LUZ

FILHOS DA LUZ"Andai como filhos da luz." - Paulo.

(EFÉSIOS, 5:8.)Cada criatura dá sempre notícias da própria origem espiritual.

Os atos, palavras e pensamentos constituem informações vivas da zona mental de que procedemos.

Os filhos da inquietude costumam abafar quem os ouve, em mantos escuros de aflição.

Os rebentos da tristeza espalham o nevoeiro do desânimo.

Os cultivadores da irritação fulminam o espírito da gentileza com os raios da cólera.

Os portadores de interesses mesquinhos ensombram a estrada em que transitam, estabelecendo escuro clima nas mentes alheias.

Os corações endurecidos geram nuvens de desconfiança, por onde passam.

Os afeiçoados à calúnia e à maledicência distribuem venenosos quinhões de trevas com que se improvisam grandes males e grandes crimes.

Os cristãos, todavia, são filhos da luz.E a missão da luz é uniforme e insofismável.Beneficia a todos sem distinção.

Não formula exigências para dar.Afasta as sombras sem alarde.

Espalha alegria e revelação crescentes.Semeia renovadas esperanças.Esclarece, ensina, ampara e irradia-se.

Vinha de Luz

Chico Xavier/André Luiz


QUEM LÊ, ATENDA

"Quem lê, atenda." - Jesus. (MATEUS, 24:15.)

Assim como as criaturas, em geral, converteram as produções sagradas da Terra em objeto de perversão dos sentidos, movimento análogo se verifica no mundo, com referência aos frutos do pensamento.

Freqüentemente as mais santas leituras são tomadas à conta de tempero emotivo, destinado às sensações renovadas que condigam com o recreio pernicioso ou com a indiferença pelas obrigações mais justas.

Raríssimos são os leitores que buscam a realidade da vida.

O próprio Evangelho tem sido para os imprevidentes e levianos vasto campo de observações pouco dignas.

Quantos olhos passam por ele, apressados e inquietos, anotando deficiências da letra ou catalogando possíveis equívocos, a fim de espalharem sensacionalismo e perturbação? Alinham, com avidez, as contradições aparentes e tocam a malbaratar, com enorme desprezo pelo trabalho alheio, as plantas tenras e dadivosas da fé renovadora.

A recomendação de Jesus, no entanto, é infinitamente expressiva.

É razoável que a leitura do homem ignorante e animalizado represente conjunto de ignominiosas brincadeiras, mas o espírito de religiosidade precisa penetrar a leitura séria, com real atitude de elevação.

O problema do discípulo do Evangelho não é o de ler para alcançar novidades emotivas ou conhecer a Escritura para transformá-la em arena de esgrima intelectual, mas, o de ler para atender a Deus, cumprindo-lhe a Divina Vontade.

Livro; Vinha de Luz
Chico Xavier/Emmanuel